Sabia que pode ganhar dinheiro com a Airbnb?

aluguer

Com certeza já ouviu falar (se é que já não é um utilizador) da plataforma Airbnb. Apesar de já existir desde 2008, só nos últimos anos é que esta plataforma turística tem vindo a ganhar maior expressão em Portugal, nomeadamente em Lisboa.

Esta plataforma está sinalizada como uma grande oportunidade para alimentar o turismo e pôr o país a faturar.

A Airbnb nasceu em 2008 na Califórnia e consiste numa plataforma onde qualquer pessoa pode anunciar alojamentos para alugar, pelo tempo que quiser a qualquer outra pessoa do mundo. Já regista mais de 2 milhões de anúncios, mais de 60 milhões de hóspedes e em mais de 190 países.

Os números falam por si!

Como funciona a questão da faturação para os utilizadores do Airbnb?

As pessoas que façam reservas de alojamento através da Airbnb pagam a esta entidade o valor do alojamento e uma taxa de serviço (normalmente entre 6% a 12% em relação ao valor do alojamento).

Por seu lado a Airbnb procede à transferência do valor do alojamento ao anfitrião, excluindo a taxa de anfitrião (3% em relação ao valor do alojamento).

Assim, a Airbnb apenas fatura taxas de serviço, tanto ao hóspede como ao anfitrião.

Já o anfitrião deverá emitir uma fatura ao hóspede, correspondente ao valor dos serviços de alojamento (deverá em consideração na formulação do preço, que irá pagar uma taxa de 3% à Airbnb).

A todos estes valores e taxas acresce o respectivo IVA.

 

A propósito do enquadramento legal e fiscal do alojamento local, recomendamos a consulta de:

http://www.jornaldenegocios.pt/opiniao/colunistas/detalhe/irs__alojamento_local.html

http://www.turismodeportugal.pt/Portugu%C3%AAs/AreasAtividade/dvo/alojamento-local/Pages/alojamento-local.aspx

 

Airbnb em Lisboa – como funciona?

Os anfitriões de Lisboa devem à autarquia uma taxa municipal turística pelas estadias aqui efetuadas, tal como já abordado no artigo “Taxa municipal turística de Lisboa”.

No entanto, no sentido de agilizar a coleta desta taxa e promover o turismo na cidade, a CML e a Airbnb celebraram um acordo que possibilitou que, a partir de maio de 2016, fosse a Airbnb a entidade responsável por cobrar a taxa municipal turística e remeter o respetivo valor à CML, trimestralmente.

Assim, a Airbnb recolhe e envia, em nome dos anfitriões, a taxa municipal turística aos hóspedes que efetuam as suas reservas através da plataforma, sendo o processo totalmente automático.

Qual a melhor forma de emitir as suas faturas enquanto anfitrião?logo_sydfact

O SYDFACT é a resposta. Com o SYDFACT – programa de faturação certificado, poderá emitir faturas de acordo com os requisitos legais e de um modo muito simples.

O SYDFACT é um programa de faturação certificado muito intuitivo, adaptável a qualquer tipo de empresa ou trabalhador independente e cujo investimento proporciona um rápido retorno.

Conheça algumas das vantagens em escolher o SYDFACT para emitir as suas faturas no artigo “Porquê escolher o SYDFACT para faturar?”.

Faça o download gratuito e experimente o SYDFACT em www.sydfact.com

Deixe uma resposta

%d bloggers like this: