Quer mudar de programa de faturação? Faça-o já…

mudeja

Utiliza um programa de faturação e quer mudar para outro? Não precisa de esperar nem mais um dia. Saiba o que tem de fazer e comece a usufruir, desde já, de um programa de faturação certificado ideal para quem quer ser eficiente – o SYDFACT.

Muitos empresários acreditam que para mudar de programa de faturação é necessário aguardar por um momento indicado, tal como o início de um novo ano, trimestre ou mês mas não é necessário.

Se não está totalmente satisfeito com o programa de faturação que utiliza atualmente e quer mudar para o SYDFACT, tenha em atenção o que é necessário fazer para que a transição ocorra de forma rápida, eficaz e sem qualquer dissabor.

Como deve proceder em relação às séries de numeração?

Deverá criar novas séries de faturação, para os diferentes documentos (faturas, notas de crédito, recibos, etc…). por exemplo, se está a usar uma série de faturação designada como “2017”, deverá criar uma nova série, por exemplo, “2017A”, cuja numeração irá começar com o n.º1. Deste modo não há duplicação na numeração das faturas.

O meio de comunicação dos elementos das faturas à AT (webservice, exportação e envio do ficheiro SAF-T, manual diretamente no website das Finanças), pode ser alterado no decurso do ano civil?

O nosso entendimento em relação à informação disponibilizada pela AT é que sim – pode mudar a forma de comunicação aquando da mudança de programa de faturação. De acordo com os esclarecimentos da AT (FAQs E-fatura), “o meio de comunicação não poderá ser alterado no decurso do ano civil, para a mesma série de faturas ou para séries diferentes, quando façam parte do mesmo programa de faturação. Contudo, para séries de faturas diferentes (desde que não emitidas num mesmo programa), o meio poderá ser alterado (…)”

O que deve fazer em relação à documentação emitida pelo programa anterior?

Todos os documentos, registos, cópias de segurança dos documentos emitidos no anterior programa de faturação devem ser conservados por um período de 10 anos. Incluem-se os ficheiros SAFT-PT, as faturas eletrónicas e em papel do programa anterior, podendo todo este arquivo ser totalmente digital. (art.º 123.º do CIRC)

Veja alguns dos motivos pelos quais é para o SYDFACT que deve mudar em “5 motivos para mudar para o SYDFACT”

Faça o download gratuito e experimente o SYDFACT em www.sydfact.com

Deixe uma resposta

%d bloggers like this: